terça-feira, 29 de maio de 2018

Resenha critica Dom Casmurro - Machado de Assis


Resultado de imagem para dom casmurro

Quem nunca leu a obra que consagrou a frase ''Olhos de cigana oblíqua e dissimulada''? Eu só poderia estar me referindo à clássica obra Dom Casmurro, escrita por Machado de Assis! O sucesso desta obra perdura por décadas e hoje ainda é uma das histórias mais analisadas.  

Resumo:
Bento Santiago, um advogado solitário, decide contar sobre sua vida, revisitando fatos de sua infância, adolescência e vida adulta. Munido de um vocabulário sarcasticamente impecável, ele tece comentários sobre todos ao seu redor, incluindo sua futura esposa Capitu e seu possível envolvimento com o amigo Escobar, embora este seja casado com Sancha.

1- IDEIA DA OBRA
A forma como o autor mesclou a crítica de costumes com o enredo é surpreendente. Durante as páginas vemos ''Bentinho'' resmungar de dezenas de fatos e personagens, quando muitas situações aconteciam realmente na época em que a obra foi escrita. Ou seja, a obra também detém a   função chocar a sociedade mostrando suas incongruências.

2- FLUIDEZ DA TRAMA
Confesso que em alguns pontos eu me perdi nas reflexões do Bentinho, mas creio que isso tenha ocorrido por uma leitura não tão focada (da primeira vez). Mesmo assim, é bom ver o quanto a escrita em primeira pessoa contribui para que julguemos Capitu e Escobar.

3- CONSTRUÇÃO DE CAPÍTULOS
São curtos, com muitas analogias e figuras de metalinguagem. É quase um quebra-cabeça psicológico no qual você precisa juntar cada peça para ter uma compreensão ampla do enredo.

4- EXPERIÊNCIA COMO LEITORA
Ótima. Sei que o julgamento da Capitu não é o principal ponto da obra, porque o intuito do autor era focar na questão da crítica da sociedade, (o que condiz com o período literário em que a obra foi escrita), contudo, creio que nosso pré e pós-julgamento seja inevitável. Você se sente um ''detetive'' quando volta páginas para rever falas, cenas e ações dos personagens na tentativa de chegar a um veredito.

Nota: 5

obs: fonte da imagem https://www.saraiva.com.br/dom-casmurro-414139.html

domingo, 20 de maio de 2018

Resenha Crítica de Meu Porto Seguro - Mithiele Rodrigues

Hoje é dia de resenha crítica! Escolhi o livro ''Meu Porto Seguro'' da autora Mithiele Rodrigues. 

Li esse livro na Amazon e após a minha avaliação, vou deixar o link para quem quiser lê-lo também. A avaliação será baseada em 4 pontos, sendo que sempre acrescentarei um 5 ponto comentando a escolha do título, nomes dos personagens e cenários.  

Resenha:
Taylor tenta fugir de alguém do passado mudando de cidade, porém, lá, ela acaba tendo um caso com Max, um homem rico e que gosta de curtir a vida. Ela considera ser algo de uma única vez e arranja um emprego novo, apesar de ainda pensar no homem misterioso. No novo trabalho descobre que seu ''amante de uma noite'' na verdade é seu chefe. É então que Max decide conquistar Taylor, apesar de notar que há algo estranho acontecendo toda vez que ela recebe ligações ou mensagens. Tais ligações/mensagens a fazem temer pelo futuro dos dois e apesar de querer ser independente, Taylor precisará aprender a pedir ajuda. 

1- IDEIA DA OBRA
Gostei da ideia de abordar violência contra a mulher e a independência feminina na mesma personagem. Ao mesmo tempo em que Taylor tem momentos de independência, tais como num dos últimos capítulos, ela precisa enfrentar a questão da agressão que sofreu e deixar a polícia prender o culpado. Max, às vezes, me deixou um pouco indignada com seus comportamentos, fazendo-me pensar se ele não precisaria passar por uma terapia de controle da raiva, porém nada que chegasse a afetar a história de forma drástica.
(vou tirar 0,25 aqui por causa desses ataques de raiva do Max)

2. FLUIDEZ DA TRAMA
A trama é bem fluida e de rápida leitura. Para ser sincera, acabei o livro em um dia.

3. CONSTRUÇÃO DE CAPÍTULOS
A descrição dos capítulos não ocupa dezenas de folhas e por ter muitos diálogos acaba deixando a obra mais ágil. Eu gostei da forma como a autora intercalou a narração da Taylor com o Max, mostrando o que cada um pensava e/ou achava naquele momento. A presença de quotes ou trechos de música no início dos capítulos foi um detalhe fofo, apesar de não ser essencial ao entendimento da história.

4. EXPERIÊNCIA COMO LEITORA
Foi excelente. Acabei o livro com um gostinho de quem acaba de ver um filme romântico na sessão da tarde.

5. ESCOLHA TÍTULO, NOMES DE PERSONAGENS E CENÁRIO
Nenhuma observação. Achei todos os elementos bem condizentes com a obra.

Nota: 4,75

Link da obra na Amazon: https://www.amazon.com.br/Meu-porto-seguro-Mithiele-Rodrigues-ebook/dp/B075ZBXBGN e link de vendas fornecido pela autora: http://editoramidnight.minestore.com.br/produtos/pre-venda-meu-porto-seguro-mithiele-rodrigues

terça-feira, 15 de maio de 2018

Dormi na aula?

 
Quem nunca dormiu em aula que atire a primeira pedra! Sim, eu já dormi em aula. Sei que o investimento dos meus pais não é pequeno, então dormir na aula seria uma espécie de desperdício. Porém, eu simplesmente não consegui ficar acordada em alguns momentos. 

  Sempre tentava manter os meus olhos abertos pelo maior tempo possível, até vir um ''tsunami do sono''. Chamo de tsunami, pois era uma ''onda de sono'' enorme, que me fazia dormir sentada, com a coluna reta ou apoiada no meu punho. Não sou do tipo de pessoa que baixa a cabeça na mesa e dorme como se nada estivesse acontecendo ao redor. Eu realmente tento me manter acordada. Acredite! Inclusive já escrevi dezenas de coisas erradas no caderno, simplesmente porque estava tentando ficar acordada, mas meu cérebro estava sonolento, resultado: misturei ''sonho'' e realidade. 
  Por causa disso, ao longo dos meses fui desenvolvendo técnicas para ajudar a me mantar desperta. 

1-ESCREVA
Se você estiver concentrada escrevendo algo, há menos chance de ficar com sono
   
2-DIGITE NO COMPUTADOR
É muito difícil eu cair no sono se estiver digitando no notebook durante a aula. Tenho medo dele cair da mesa e quebrar, o que me ajuda a ficar plenamente acordada, enquanto mexo. 

3-SAIA DA SALA PARA BEBER ÁGUA, FAZER XIXI...
Sair rapidinho da sala ajuda a manter a sua mente desperta e você dificilmente ficará com sono ao retornar

4-SE O TEMA É CHATO, TIRE FOTO DOS SLIDES
Se os slides são grandes e o tema é chato, fique tirando foto dos slides. Seu cérebro verá que você precisa ficar acordado para movimentar os braços e você poderá vencer o sono assim

5- SE FOR DORMIR, NÃO SENTE NA FRENTE
Essa não é muito uma dica para não sentir sono. É mais uma sugestão de boas maneiras. Se você sabe que costuma sentir sono, não tire o lugar de alguém que poderia sentar na frente e copiar a matéria. Prefira os lugares mais distantes do quadro, porque se estiver na frente, será muito mais desrespeitoso com o professor do que se estiver atrás.

6-TIRE COCHILOS À TARDE
Se você tiver dormido pouco na noite anterior, há mais chances de você sentir sono durante o dia, especialmente se tiver aulas à noite. Nesse caso, sugiro que você tire cochilos durante a tarde, quando chegar mais cedo em casa. Isso ajuda a descansar mais a mente. 

Espero que as minhas dicas tenham sido úteis! Se tiver mais dicas de como evitar sentir sono ou não dormir nas aulas, escreva aqui, porque eu estou sempre disposta a testar novas ideias. 

terça-feira, 8 de maio de 2018

Organização pré-prova

  Sabe aquela frase ''Não deixe para fazer amanhã o que você poderia fazer hoje''? Vários estudantes colocam em prática o oposto, ou seja: não deixe para fazer HOJE o que você poderia fazer AMANHÃ. À princípio isso não é tão ruim, porque acaba dando tempo de compensar depois. Mas e se o depois for a data da prova? Já pensou nisso?!

  Nem sempre as faculdades e colégios possuem um calendário tão rígido que faça o estudante ter provas toda semana. Se esse for o seu caso, não tem muito o que fazer, porque você inevitavelmente irá estudar regularmente. Porém, e se você for como eu que tem um calendário com espaços de mais de 20 dias sem prova?
  Concordo que é tentador enrolar e ir postergando o estudo. Existem muitas outras atividades mais divertidas do que ficar sentado lendo algo específico/técnico durante horas. É cansativo e chato, mas a vida não é feita só de diversão e por isso você deve ter em mente as suas responsabilidades estudantis. 
  No caso de ter um calendário com períodos sem provas, você pode até flexibilizar o estudo, fazer outras atividades, sair com os amigos... só tenha em mente e anotado o período de provas + as matérias de cada uma. Assim, você pode organizar melhor a agenda de estudo e otimizar seus planos. Não deixe de cuidar da sua saúde e vida social por causa do estudo, e também não pense só em se divertir e pare de estudar. É possível equilibrar tudo. Organização é o segredo. 

  

terça-feira, 1 de maio de 2018

Perca o medo de ''viver sozinho''

    Assim que me mudei devido à faculdade, passei a morar longe dos meus pais e da minha irmã gêmea. Portanto, minhas novas companhias em programas como cinema, jantares ou shows passaram a ser os meus amigos. Durante um ano e alguns meses, eu apenas sai se estivesse acompanhada, nunca indo ao cinema, compras ou jantar sozinha. Se fosse comer, eu evitava sair e preferia pedir por delivery. Tudo para que eu não me sentisse sozinha durante aquela atividade.
  Ano passado, em 2017, decidi quebrar essa ideia. Tomei coragem, troquei de roupa e parti em direção ao cinema para assistir um filme de noite. E para minha surpresa... tudo ocorreu bem. Ninguém morreu, o mundo continuou girando e a minha vida não ''implodiu''. Ou seja, eu poderia ter vivenciado isso bem antes, sem ficar presa à ideia de que precisava ter sempre alguém comigo. A partir disso, comecei a tentar outras atividades que eu também evitava se estivesse sozinha, pois sempre tentava convencer alguém a ir comigo. Dessa forma, sai para jantar, fui a um festival de comida italiana da cidade e sai às compras.
  Acredite, foi ótimo. Embora eu adore conversar e isso não é possível quando você vai fazer algo sozinho, foi bom aprender a curtir a minha própria companhia, sem precisar depender de outras pessoas. Dá uma sensação de libertação, porque você sabe que não dependerá de ninguém durante aquele programa, então se seu amigo/a faltar, mesmo assim você irá comparecer e aproveitar. 
  Recomendo.
 
''Antes de viver a dois é preciso se sentir completo como um. '' (Professor Galvão)

Postagem em destaque

Apresentação