terça-feira, 19 de junho de 2018

Por que usar pseudônimos?

  Vários escritores utilizam pseudônimos quando querem arriscar um gênero literário novo, para fugir de perseguições, evitar que os leitores o reconheçam, facilitar a memorização daquele nome artístico... Há centenas de razões para essa escolha.
  Eu, por exemplo, assino minhas obras como R. Soares a fim de que caso algum leitor seja atendido por mim (estou cursando Medicina atualmente) não haja conflito de ideologias entre ''eu MÉDICA'' com o paciente. É claro que ''a escritora'' e ''a médica'' serão a mesma pessoa, porém, no ambiente hospitalar, eu gostarei de ser vista como a profissional que pratica medicina e não a escritora que publicou obras sobre tráfico de drogas, política, romance...
  Quanto à escolha do nome, existem várias opções. Você pode escolher um pseudônimo que não tenha relação com o seu nome e portanto, aumentando o grau de distanciamento. Ou pode escolher um que lhe ''esconda'', mas nem tanto. Tal como é o meu caso de R. Soares. Segundo uma pesquisa da revista Super Interessante, Nelson Rodrigues utilizava um pseudônimo feminino para poder escrever outro gênero literário, enquanto Stephen King, o gênio dos trillers, publicou várias obras sob o pseudônimo de Richard Bachman, o qual tinha até uma mini biografia para dar mais credibilidade. Portanto, vocês podem ver que vários escritores usaram, usam e/ou usarão esse recurso. 
  É impossível dizer uma fórmula para criar o nome perfeito. Acredito que isso seja por afinidade e objetivo. Teste, repita em voz alta, assine com o novo nome e veja se você se identifica. 
  Boa escrita!   


Site da super interessante com mais pseudônimos famosos: https://super.abril.com.br/blog/superlistas/8-escritores-e-seus-pseudonimos-que-voce-provavelmente-ainda-nao-conhecia/

Postagem em destaque

Apresentação